DeMaria Softare
Softwares para cartórios

Concurso em Sergipe

Data de Publicação: 21 set 2006

O Tribunal de Justiça de Sergipe está se preparando para realizar concurso para a delegação de notários e registradores. O assunto motivou a Resolução N° 38/2006, que aprovou a proposição de Projeto de Lei Complementar para reorganizar a estrutura funcional dos cartórios extrajudiciais e regulamentar concursos públicos de ingresso e remoção para os serviços notariais e de registro.

No início da próxima semana, a presidente do TJSE, desa. Marilza Maynard Salgado de Carvalho, vai entregar o Projeto de Lei para a apreciação da Assembléia Legislativa. A presidente afirmou que tem a expectativa de a votação na sede do Legislativo acontecer de forma rápida.

Tão logo o projeto seja aprovado pela Assembléia e convertido em Lei, o TJSE comporá uma comissão para realizar o concurso, com a presença, em todas as suas fases, de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público, de um notário e de um registrador.

As atribuições variam de acordo com a competência do cartório: Tabelionato de Notas, Registro civil, Registro de Imóveis, Registro de Títulos e Documentos, além do Protesto de Títulos.

Para concorrer a uma das 69 vagas previstas em cartórios de todo o Estado, o interessado deve ser bacharel em Direito ou ter dez anos de exercício comprovado em serviço notarial ou de registro.

Considerando que os notários e registradores exercem suas atribuições em caráter privado (Art. 236 CF), os aprovados receberão a contraprestação pelos seus serviços através de emolumentos, não sendo remunerados pelos cofres públicos. Os registradores civis de pessoas naturais receberão, ainda, o repasse do Fundo de Apoio aos Oficiais de Registro Civil, criado para compensar pela prestação de atos gratuitos por Lei.

Fonte: TJ-SE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.