DeMaria Softare
Softwares para cartórios

Você não tem provedor de internet na sua cidade?

Data de Publicação: 21 mar 2002

A partir do segundo semestre deste ano, os consumidores poderão contar com uma forma mais barata de acesso à internet. O governo está concluindo os estudos para lançar uma tarifa “flat” para os internautas, fixada por cada conexão e não pelo horário de acesso e pela duração da navegação, como acontece atualmente.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) detalhou nesta quinta-feira duas soluções para este tipo de acesso, que serão colocadas em consulta pública na sexta-feira.

Um dos modelos apresentados é o chamado 0i00, pelo qual qualquer consumidor discará um código não geográfico (uma espécie de 0800 pago) para acessar a internet de qualquer lugar do país.

Esse tipo de acesso deve beneficiar quem faz uso intensivo da internet – pois não leva em consideração o tempo de conexão – e deve compensar ainda mais para usuários de cidades sem provedor local, que são obrigados a fazer um interurbano para se conectar à rede.

No entanto, o 0i00 continuará oferecendo acesso por linha discada, o que não deverá alterar a velocidade dos dados.

A alternativa proposta, em um segundo modelo, é a utilização de um código de quatro algarismos, também com tarifa “flat”, para uma conexão de alta velocidade.

O conselheiro Antônio Carlos Valente, da Anatel, explicou que os novos sistema de acesso à internet não excluirão a atual forma de conexão, via ligações telefônicas normais, com tarifação variável por horário e pelo tempo de navegação.

Esse modelo poderá continuar vantajoso para consumidores que acessam pouco a rede, segundo Valente. “Todas as possibilidades podem conviver. O usuário usará a que melhor lhe servir”, explicou ele.

Fonte: Reuters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.